Animais vadios ou animais errantes ?

O termo “vadio” tem um sentido pejorativo, significando, entre outros, “aquele que  não tem ocupação ou que não faz nada ” ” tunante”( in Torrinha, Francisco), ocioso…Ora nenhuma destas expressões ou adjectivos se aplicam aos animais que são lançados na rua por donos sem escrúpulos,esses sim verdadeiros vadios, ficando sujeitos aos mais diversos perigos e atrozes sofrimentos. Existem milhares de animais abandonados, mas quantas pessoas foram punidas em Portugal com coima por abandonarem um animal ? Espantosamente, há canis municipais que acabam por legalizar o acto do abandono ao aceitarem abater animais saudáveis e jovens que lá vão entregar, por vezes a meio da noite e sem apresentação do devido titulo de propriedade do animal o que permite, por exemplo, que se mande abater animais pertencentes a outrém.

Quanto aos gatos silvestres, é sabido que vivem em colónias, em locais variados do espaço urbano e rural, e aí permanecem, protegendo os humanos dos roedores,e de uma forma satisfatória para os próprios e para a vizinhança humana, com a qual não mantêm contractos fisicos, desde que devidamente esterilizados e alimentados. 
 
A Assembleia da República aprovou em 25 de Fevereiro passado uma Resolução recomendando ao Governo uma nova poltica de controlo das populações de animais ERRANTES ( ver post de 5 de Maio, e também o cartaz de divulgação do conceito de cão comunitário).
 
Agora que se deu um passo em frente com esta Resolução, não seria de pôr de lado o termo estigmatizante e ultrapassado de animais vadios substituindo-o pelo de animais errantes?
Anúncios

2 Respostas to “Animais vadios ou animais errantes ?”

  1. Eduarda Says:

    Carta enviada ás autarquias.

    Ex.mos Senhores,

    Estamos no século XXI mas o que tenho escrito na minha frente, julgo

    que é um folheto sobrevivente da época medieval. Os senhores do poder

    autárquico determinam que quem alimentar animais errantes, poderá ter

    que pagar uma coima a partir de 500 euros.

    Pergunto

    Pois se nós queremos alimentar os animais sem abrigo com o salário que

    temos depois de pagarmos aos senhores, ainda somos multados?

    Pergunto

    E se alimentarmos os sem abrigo que urinam na rua, defecam, comem,

    embriagam-se, dormem e são um verdadeiro perigo para a saúde pública a

    multa é a mesma?

    Pergunto

    Os senhores também elaboraram um panfleto sobre quem abandona e

    maltrata animais, que a coima aplicada é de 500 a 3.600 euros?

    Pergunto

    Os senhores também fizeram um panfleto para “tentar” educar este povo,

    onde os senhores se incluem que os animais são seres vivos que merecem

    ser respeitados, sentem dor, sofrem e que são o melhor amigo “DOS

    HOMENS DE VERDADE”, que salvam humanos quando há catástrofes,

    descobrem droga, guiam invisuais, são companhia de idosos, são

    companhia de crianças problemáticas, são seres completos, mas… não

    geram dinheiro nem dão poder.

    Pergunto

    Os senhores se fizessem um trabalho inteligente, pensariam como

    contornar a situação sem assinarem a sentença de morte dos vossos, dos

    nossos melhores amigos, promovendo a esterilização. É simplesmente

    usar a supremacia da inteligência humana e o dinheiro dos

    contribuintes aplicado numa acção humanitária pois assim os humanos

    não se sentem atingidos por um hipotético problema de saúde pública.

    Aproveito para deixar claro para que não sirva de argumento, que os

    sem abrigo vivem na rua porque não querem estar sujeitos a regras dos

    equipamentos existentes onde poderiam viver pois respeitar e obedecer

    não está no estilo de vida que escolheram. A maioria das pessoas

    desconhece esta realidade. Os animais não têm abrigo por que os

    humanos lhes recusam um metro de espaço.

    Pergunto

    Sabem os senhores o que é um animal comunitário? a comunidade elege, e

    os senhores deveriam fazer o que a comunidade escolhe, por isso é que

    se encontram no desempenho do cargo que ocupam. Ocorre-me dizer que a

    comunidade escolhe e os senhores devem respeitar.

    Pergunto

    Esperam que um povo se eduque castigando os que bem fazem e aplaudindo

    os criminosos? sim, todos somos, uns assinam para que se mate e nós

    permitimos que se faça.

    Pergunto

    Como se faz para ser capaz de estar junto dos filhos, de uma mãe dos

    amigos, ser uma árvore com raízes fortes e uma mente limpa e saudável,

    deitar e dormir com a consciência tranquila de quem está do lado do

    sim à vida de um ser vivo, tenha dois pés ou quatro patas.

    Confúcio dizia:

    O homem de bem revela-se nas grandes ocasiões; o homem de pouco valor

    só se realiza nas pequenas tarefas.

    Eduarda Costa Ferraz

  2. Olívia Maria Azevedo Reis Says:

    Muito obrigado pela ajuda que estão a dar, vamos fazer uma corrente humana e informativa para tentarmos acabar de vez com este genocídio sem precedentes neste País. Mata-se o inocente, mas não se procura o criminoso que é o que abandona e o carrasco (médico veterinário) cuja função é a de salvar e tratar animais e não receber um vencimento para abater animais. E também a forma cruel como estes animais são apanhados pelos funcionários das câmaras. É muito triste, mas já tqmos algo a que nos agarrar. Em Ovar já comecei a colocar fotos cujo título ESTE CÃO É NOSSO e coloquei penso que com sucesso neo meu facebook esta vossa missiva. Podem continuar a enviar-me que eu passarei a palavra. Boa tarde e até sempre, Olívia Maria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: