Canil/gatil de Lisboa – nova apresentação com tiques antigos

No site da CML há agora uma nova apresentação do Canil/gatil de Lisboa – agora Casa dos Animais de Lisboa – que pode ser vista em http://www.cm-lisboa.pt/viver/animais-de-companhia/casa-dos-animais-de-lisboa.

Para quem não conhece as instalações, informa-se que a box com três casotas que se vê nas imagens, é exemplar único e era inicialmente para alojamento dos animais propriedade do canil, tendo a providência cautelar determinado que servisse para permitir algum exercício aos cães detidos no canil 1 , o tal dos estrados de 1m2 e correntes de 90 cm, em que os animais mal se podem mexer.

Relativamente à entrega de animais pelos donos, a CML informa , de forma correcta, que ”

Por determinação do Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa, a Casa dos Animais de Lisboa, não está, neste momento, autorizada a aceitar animais entregues pelos seus detentores (vide Comunicado).”

No entanto, no ponto ” adopta  animais ”  – http://www.cm-lisboa.pt/viver/animais-de-companhia/adota-animais – aparece escrito que

“Os animais que se encontram na Casa dos Animais de Lisboa podem ser adotados gratuitamente, desde que cumpram os requisitos para adoção (serem errantes, não terem dono conhecido ou terem sido entregues pelo dono com o propósito de futura adopção“), õ que contraria a informação anterior de que os donos não podem entregar animais.

Mas mais: é uma pecha antiga a utilização para o exterior de um tipo de informação  que desresponsabiliza as pessoas pela manutenção dos seus animais quando se fazem afirmações do tipo  “se por qualquer motivo (sic) não se pode manter o animal, deve-se entregá-lo no canil/gatil, sem qualquer sanção, para que este possa ser encaminhado para adopção” (entrevista da antiga directora do canil, Drª Luisa Costa Gomes ao Jornal da Junta de Freguesia de Marvila de Janeiro de 2011)

Na altura em que foi proferido este convite ao abandono, entravam por dia no canil de Lisboa uma média de 10 animais, dos quais morriam 7, 5 por abate e 2 por doença.

3 Respostas to “Canil/gatil de Lisboa – nova apresentação com tiques antigos”

  1. Maria Eugénia Says:

    “Para quem não conhece as instalações, informa-se que a box com três casotas que se vê nas imagens, é exemplar único e era inicialmente para alojamento dos animais propriedade do canil, tendo a providência cautelar determinado que servisse para permitir algum exercício aos cães detidos no canil 1 , o tal dos estrados de 1m2 e correntes de 90 cm, em que os animais mal se podem mexer.”

    Era inicialmente e continua a ser, pelo que pude ver hoje.

  2. Eduarda Costa Ferraz Says:

    Estes autarcas julgam-nos verdadeiramente tão imbecis quanto eles! pretendem vender a banha da cobra que estica mas não dobra, para o voto, e nada mais. Infelizmente os que divagam pela causa animal são demasiados e os que trabalham pelos animais muito poucos. Se, todos juntos fizessemos que acontecesse alguma situação que estes imbecis não prevêm na sua enganosa conduta, talvez eles acordassem para negociarem justamente o que fazem com os nossos impostos, e tivessem mais respeito aos animais assim como a todos nós. Agora, todos se unem numa colectiva euforia contra os governantes porque lhes foram ao bolso, esquecendo que os mesmos ou outros um dia também poderão decidir meterem-nos em jaulas, e quem sabe abaterem-nos. Governos que permitem que a prática dos abates e das mentiras seja perpetuado, são ameaças de gente potencialmente perigosa e nós plácidamente sussurramos, nada fazemos e somos coniventes com estas hediondas atitudes, ATÉ QUANDO AMIGOS DOS ANIMAIS? sim, está únicamente nas nossas mãos, não permitir. Decidam se querem continuar a pedinchar nas redes sociais ao invés de TODOS JUNTOS EXIGIRMOS.

  3. Maria Says:

    tenho uma pessoa amiga que na semana passada se dirigiu à Casa dos Animais para adotar um animal. O relato dela satisfez-me muito. Limpeza e higiene até à data desconhecidos, funcionários amistosos e animais em condições incomparavelmente melhores que as que anteriormente existiam. Este é um testemunho indireto mas duma pessoa em quem confio. Obrigada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: