Archive for Fevereiro, 2015

Grupo de Lisboa – Reunião com Provedora Municipal dos Animais

Fevereiro 24, 2015
Esta reunião, realizada a pedido da Srª Provedora, Srª Drª Inês Real,  realizou-se no passado dia 6 de Fevereiro e teve por objectivo a apresentação das respectivas actividades e a abordagem dos problemas relativos à protecção dos animais do concelho.
Em breve estará disponível um site com informação detalhada sobre o enquadramento e âmbito da acção da Srª Provedora . Entretanto as queixas relativas a maus tratos sobre animais do concelho de Lisboa, ou pedidos de informação, devem ser dirigidos a provedora.animais@cm-lisboa.pt
Longo tempo desprotegidos e perseguidos,  os animais da cidade contam agora com uma  Casa dos Animais de Lisboa que acolhe, trata, esteriliza e promove a adopção dos mais demunidos e  de uma Provedora que zela pelos direitos de todos.
Regozijamo-nos e desejamos à Srª Provedora os maiores sucessos na sua actividade.
Anúncios

“Corridas picadas” nos Açores NUNCA – assinem e divulguem a petição

Fevereiro 6, 2015

O artº 58 ” Sorte de varas” do projecto ( não oficial)

Um grupo de deputados no parlamento açoriano está a tentar fazer aprovar pela terceira vez uma lei que legalize a prática tauromáquica sorte de varas ou corrida picada, nos Açores.

Por constituir um notório atentado à integridade física dos animais e uma atitude que indica um retrocesso civilizacional nestas paragens, não nos parecendo reunir o consenso de todos os açorianos, repudiamos esta postura dos srs. deputados e apelamos a todos que juntem as suas vozes à nossa no sentido de não permitir a eventual aplicação desta prática.

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT75986

 

 

Os hospitais das associações, a posição da OMV , dos veterinários privados e do director da DGAV

Fevereiro 4, 2015

http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2015-02-03-SOS-Animal-acusa-bastonaria-dos-veterinarios-de-dificultar-abertura-de-hospital-associativo

Braga – O expediente da CMB para não responder ao requerimento do CDS

Fevereiro 1, 2015

 

 

http://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c3246795a5868774d546f334e7a67774c336470626e4a6c635639775a584a6e6457353059584d7657456c4a4c334a774e544d7465476c704c544668624331684c6e426b5a673d3d&fich=rp53-xii-1al-a.pdf&Inline=true

 

A Câmara Municipal de Braga não respondeu às perguntas do requerimento invocando que a gestão do canil é da responsabilidade da empresa pública municipal AGERE ( Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga), sem cuidar de o remeter à referida entidade para que o mesmo fosse respondido.

Em 2005 e 2006, o canil de Braga abateu 565 e 380 cães, respectivamente.

Como entretanto, se sucedem os abaixo-assinados dos munícipes a exigir o fim da matança de animais, é mister supor que nada mudou ou que até piorou.