Archive for Janeiro, 2016

Câmara Municipal de Ponta Delgada reforça o programa de esterilização de fêmeas caninas para reduzir abates

Janeiro 13, 2016

O maior aplauso para a Câmara de Ponta Delgada e para o veterinário municipal, Dr. Vergilio Oliveira que depois da campanha de esterilização de Dezembro, em colaboração com a AZP e com esta Campanha, avançam para uma segunda parceria também visando a esterilização de 60 cadelas. É de crer que em breve se verá uma redução do número de crias e de cachorros entregues no canil, um hábito recorrente na Ilha a que urge pôr termo.

https://www.facebook.com/cmpontadelgada/

A Câmara Municipal assinou, recentemente, um protocolo de cooperação entre a Tierghilf Angel da Relva (German Animale Rescue Association) e a Francisco Teves – Clínica Veterinária de Vila Franca do Campo para criar meios com vista a auxiliar o controlo da população animal em Ponta Delgada.
A esterilização na Alemanha provou ser muito eficaz no controlo de população animal não desejada e na redução do número de animais abatidos em canis e, por isso, a Câmara Municipal de Ponta Delgada mostrou-se interessada em criar parcerias neste sentido.
A necessidade de investir na esterilização de fêmeas caninas sem interesse reprodutivos, em Ponta Delgada, é, desde há muito tempo, uma preocupação para o Município e foi neste sentido que se criou um protocolo de colaboração geral com vista ao controlo populacional de animais silvestres ou animais entregues ao Canil.
No âmbito deste protocolo, será executada a esterilização a 60 fêmeas caninas, cujos custos serão suportados pela Autarquia e pela associação alemã Tierghilf Angel da Relva. 
Já a intervenção cirúrgica será da responsabilidade da Clínica de Vila Franca do Campo, onde os animais ficarão dois dias e serão tratados com antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos.

 

Anúncios

Artigo publicado hoje no Jornal Correio dos Açores

Janeiro 5, 2016

Notas Zoófilas (23) – Câmara Municipal de Ponta Delgada: candeia que vai à frente…

Pela dimensão do concelho e pelo número de habitantes do mesmo, por existir um protocolo com Vila Franca do Campo e Nordeste, o Centro Oficial de Recolha de Ponta Delgada (Canil Municipal) é o que, nos Açores, mais animais recebe e consequentemente mais animais abate.
Podíamos atirar as culpas para os sucessivos autarcas, aqui estou a referir-me a todos, que até ao momento não compreenderam que a situação não se resolve com abates, quando as cadelas continuam a procriar e os donos continuam a abandonar as crias um pouco por todo o lado ou a levianamente entregá-las nos canis sem serem responsabilizados por isso.
Um verdadeiro prémio à irresponsabilidade e à crueldade são, também, os serviços prestados por autarquias que possuem recolha domiciliária de animais de companhia, com dias e horas marcadas, equiparando seres sencientes a lixo urbano.
Face a esta deplorável situação, há que aprender com outras comunidades e com as poucas autarquias que possuem canis onde não há abates sistemáticos e que não aceitam entregas de animais, como é o caso de Lisboa onde, apesar disso, o número de animais abandonados não aumentou.
Como já fizemos em textos anteriores, continuamos a afirmar que só através de repetidas campanhas de esterilização e de sistemáticas campanhas de sensibilização que envolvam todos os interessados, nomeadamente as associações locais de defesa dos animais, é possível ultrapassar a situação existente.
A notícia recente, divulgada em vários órgãos da comunicação social açoriana, que dá conta que decorreu entre 1 e 15 de dezembro uma campanha de esterilização de cadelas no concelho de Ponta Delgada, mas que terá abrangido os concelhos de Vila Franca do Campo e Nordeste, foi muito bem recebida por diversas pessoas que se preocupam com a causa animal e de certeza terá sido acarinhada pelas pessoas que nas associações locais, fazem o possível e o impossível, para acabar com o abandono e por dar uma família a todos os animais escorraçados por quem os devia cuidar.
Estão de parabéns a Câmara de Ponta Delgada, a Associação Zoófila Portuguesa e a Campanha de Esterilização de Animais Abandonados que estabeleceram uma parceria para que o projeto se tornasse uma realidade. De parabéns estão também o veterinário municipal de Ponta Delgada e as Clínicas Veterinárias aderentes (Capelas, Paim, São Gonçalo e Vila Franca do Campo) pois sem elas não teria sido possível a implementação do projeto que tinha por objetivo a esterilização de 60 cadelas.
Embora ainda não saiba os resultados alcançados, a minha saudação especial aos autarcas envolvidos, nomeadamente ao Sr. Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Dr. José Manuel Bolieiro e à Sr.ª vereadora Engª Luísa Magalhães pela concretização da campanha e pela intenção de “transformar o Centro Oficial de Recolha de Ponta Delgada (Canil Municipal) no futuro próximo num “Canil de Abate Zero””.

Teófilo Braga

http://www.correiodosacores.info/index.php/opiniao/18294-notas-zoofilas-23-camara-municipal-de-ponta-delgada-candeia-que-vai-a-frente