A posição da OMV sobre a proibição dos abates nos canis municipais

Igual a si própria a OMV pronuncia-se frontalmente contra os cães comunitários e diz que programas CED em gatos ” só em condições particulares”( como sempre , mais restritiva que a prática das melhores Câmaras, como a de Lisboa) .

Diz mais : que na óptica da medicina de abrigos é impraticável limitar as eutanásias apenas aos casos de ” dor e sofrimento do animal” , cita as doenças infecciosas e proclama que a “decisão e prática da eutanásia animal é um ato médico veterinário e como tal da inteira responsabilidade do médico veterinário”( por exemplo, um surto de esgana justificará o abate ?).

texto aprovado na AR refere como motivos para a eutanásia “os que se prendam com o estado de saúde ou comportamento do animal”, uma redacção muito vaga e que deixa isso sim muitos motivos para preocupação. Vai ser fácil ao veterinário municipal, que assim o queira, justificar os abates.

Ora sendo a OMV  uma das entidades a ser ouvida para a regulamentação da lei há que temer o pior.

Depois de termos uma lei de maus tratos que não pune criminalmente quem inflige a morte a um animal de companhia, não podemos vir a ter uma lei que deixa uma porta aberta aos maus veterinários municipais que vão querer continuar como até aqui, ou seja , continuar a ter pretextos para abater.

 

 

Anúncios

Uma resposta to “A posição da OMV sobre a proibição dos abates nos canis municipais”

  1. Anabela Castelao Says:

    Tememos o pior, sim. Todos sabemos que MUITOS Veterinários Municipais esqueceram completamente o juramento que fizeram no sentido de lutar pela saúde e pela vida dos animais ao seu cuidado. Eutanaziar animais saudáveis, ou com doenças tratáveis, e que não estejam em sofrimento insuportável, quer em Canis Municipais, quer em Clínicas, é sinónimo de ASSASSINAR, de roubar a vida a seres que têm todo o direito a ela.

    Esta prática desumana e indigna de qualquer homem, ainda mais de um Veterinário, é a prova da preguiça, da indiferença, da falta de moral destes profissionais que envergonham outros, também eles Veterinários, mas que há muito recusam praticar estes crimes e que, em vez disso, optaram por ações positivas de campanhas constantes de adoções, de esterilizações, de incentivo aos Munícipes das suas zonas, propondo a vacinação e a identificação com chips de forma gratuita ou a preços mais reduzidos, envolvendo nestas ações as respetivas Câmaras Municipais.

    São atitudes destas que fazem de um homem, Homem, e não a facilidade com que espetam uma seringa mortal num ser vivo que nada fez para o merecer.

    Agora que os cidadãos mostraram claramente, e com uma Lei aprovada, que não querem a continuação de assassínios nos seus Canis Municipais, esperamos dignidade e cumprimento desta Lei por parte de todos os senhores Veterinários Municipais e de consultórios privados.

    Apelamos à atenção de todos para que denunciem de imediato qualquer desrespeito à Lei, qualquer ato cruel contra a vida dos animais de companhia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: