Archive for the ‘OMV’ Category

Campanha pede reunião ao Bastonário da OMV, Dr. Jorge Cid

Outubro 3, 2017

O objectivo é obter a colaboração da Ordem para uma acção de emergência destinada a reduzir a população de cães e gatos através da esterilização, com vista à abolição do abate nos canis em Outubro de 2018

 

Correspondência trocada com a OMV 

De: Campanha Esterilização Cães e Gatos  Enviada: 19 de junho de 2017 17:07
Para: Bastonário OMV – Jorge Cid <bastonario@omv.pt>

Exmo Senhor Bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Dr. Jorge Cid

A Lei 27/2016 de 23 de Agosto determina a proibição da utilização do abate, a partir de Setembro de 2018, para controlar a população de cães e gatos errantes e abandonados. É assim posto, finalmente, termo a uma situação escandalosa, chocante, que sacrificou inutilmente centenas de milhares de cães e gatos saudáveis.

No entanto, se o objectivo da Lei é claro e justo, as medidas de esterilização aí consagradas afiguram-se a esta Campanha como insuficientes para reduzir o abandono e a entrada de animais nos canis a ponto de, uma vez abolido o abate, estes serem sustentáveis.

Por esse facto, lançámos, no dia 14 de Maio, uma petição aos Ministros Adjunto e da Agricultura, cujo titulo “Lei 27/2016 – É urgente o lançamento de campanhas de esterilização” sumariza o que consideramos essencial concretizar, no mais curto espaço de tempo, a saber, campanhas de esterilização para os animais dos munícipes carenciados. A petição conta neste momento com 4 635 assinaturas  e aguardamos a marcação de reunião com as Secretarias de Estado da Agricultura e Alimentação das Autarquias Locais para procedermos à respectiva entrega.

Este e-mail que dirigimos a V. Exª tem a finalidade de apelar à Ordem que organize uma campanha de cheques veterinários gratuitos para a esterilização de cadelas (o procedimento mais urgente) a serem oferecidos às Câmaras Municipais, segundo os critérios por vós definidos. Acção que se encontra perfeitamente em sintonia com as declarações de V.Exª aos orgãos de comunicação social em 11 de Abril passado em que se disponibilizou  “para apoiar os municípios na implementação da lei que proíbe o abate de animais, nomeadamente através da realização de tratamentos gratuitos, como a vacinação, desparasitação e esterilização”.

O movimento associativo, no seu conjunto, tem sido, até hoje, o grande contribuinte, em fundos e em trabalho, para a contenção do crescimento da população de cães e gatos.

São necessários, agora, outros contributos sendo, certamente, os médicos veterinários outro dos pilares desse processo.

Na expectativa de uma resposta positiva da parte de V.Exª,  apresentamos os melhores cumprimentos

De: OMV <omv@omv.pt>
Data: 22 de junho de 2017 às 15:24

Agradecendo desde já o email de V.ª Exa. vimos por este meio informar que a proposta referente ao Projeto Cheque Veterinário foi apresentada aos 308 Municípios Portugueses e à Associação Nacional de Municípios Portugueses, sendo que o Conselho Diretivo tem vindo a reunir com os representantes dos Municípios que se demonstraram interessados.

Como deve compreender uma ação desta envergadura terá de ter a colaboração das autarquias, de forma a que possa abranger todo o País. Agradecemos, assim, que faça chegar a suas propostas à Câmara Municipal da sua zona, para que possa coordenar com a OMV a ajuda necessária.

Com os melhores cumprimentos,

O Conselho Diretivo

 

De: Campanha Esterilização Cães e Gatos

Data: 26 de junho de 2017 às 20:30

Exmo Senhor Bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Dr. Jorge Cid

Muito agradecemos a resposta do Conselho Directivo da OMV.

De facto, tivemos conhecimento de uma proposta que terá sido apresentada pela OMV aos Municípios – e que anexamos para confirmação da vossa parte – mas da qual constam cheques veterinários para esterilização não gratuitos e de valores que consideramos, mesmo, superiores aos que as autarquias poderiam ambicionar obter das clínicas locais para as ajudar a responder aos desafios colocados pela Lei 27/2016.

Ora, o e-mail que dirigimos a V. Exª no dia 19 de Junho pede à OMV “que organize uma campanha de cheques veterinários gratuitos para a esterilização de cadelas (o procedimento mais urgente) a serem oferecidos às Câmaras Municipais, segundo os critérios por vós definidos. Acção que se encontra perfeitamente em sintonia com as declarações de V.Exª aos orgãos de comunicação social em 11 de Abril passado em que se disponibilizou  “para apoiar os municípios na implementação da lei que proíbe o abate de animais, nomeadamente através da realização de tratamentos gratuitos, como a vacinação, desparasitação e esterilização”.

Estamos, assim, a pedir à OMV que concretize estas intenções e apresente  medidas excepcionais de oferta de apoio às autarquias para,  conjuntamente com o movimento animal, se reunirem as condições  para acabar com os abates nos canis.

Estas medidas podem ser os cheques veterinários gratuitos ou outras desde que respondam à emergência de redução urgente da sobrepopulação de cães e gatos que se arrasta desde sempre.

 

 

Anúncios

Entrevista do Bastonário da OMV à SIC Noticias ( cerca das 9h30 do dia 22/8)

Agosto 22, 2017

———- Mensagem encaminhada ———-
De: Campanha Esterilização Cães e Gatos <campanha.esterilizacao@gmail.com>
Data: 22 de agosto de 2017 às 10:23
Assunto: Entrevista do Bastonário da OMV à Sic Noticias
Para: SIC Multimédia <atendimento@sic.pt>

Exmos Senhores

O Sr. Bastonário concedeu ao programa da manhã da SIC Noticias uma entrevista em que profere afirmações que pela sua gravidade podem trazer prejuízos à luta pela aplicação  da lei dos maus tratos em todo o território nacional.  Referindo-se às zonas do interior o  Sr. Bastonário justificou nomeadamente as práticas de “confinamento” de cães que são um atentado ao bem estar desses animais e também extremamente chocantes para as pessoas – entre as quais turistas – que  as presenciam e ouvem os uivos e latidos dos pobres animais presos por uma vida.
Solicitamos que a SIC não divulgue esta mensagem do Bastonário em futuros noticiários,  sem um comentário critico, de uma associação de animais.
Com os melhores cumprimentos

Resposta de esclarecimento enviada ao Bastonário da OMV

Junho 26, 2017

Esta foi a resposta de esclarecimento que enviámos hoje ao Bastonário da OMV , uma vez que o e-mail do Conselho Directivo, reproduzido abaixo,  não respondeu ao pedido que lhe dirigimos para que a OMV ofereça cheques veterinários gratuitos às Câmaras Municipais. 

—————————–

Assunto: ESCLARECIMENTO – Fim dos abates nos canis (Lei 27/2016) – Pedido de colaboração à OMV através de cheques veterinários gratuitos para esterilização

Exmo Senhor Bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Dr. Jorge Cid

Muito agradecemos a resposta do Conselho Directivo da OMV.

De facto, tivemos conhecimento de uma proposta que terá sido apresentada pela OMV aos Municípios – e que anexamos para confirmação da vossa parte – mas da qual constam cheques veterinários para esterilização não gratuitos e de valores que consideramos, mesmo, superiores aos que as autarquias poderiam ambicionar obter das clínicas locais para as ajudar a responder aos desafios colocados pela Lei 27/2016.

Ora, o e-mail que dirigimos a V. Exª no dia 19 de Junho pede à OMV “que organize uma campanha de cheques veterinários gratuitos para a esterilização de cadelas (o procedimento mais urgente) a serem oferecidos às Câmaras Municipais, segundo os critérios por vós definidos. Acção que se encontra perfeitamente em sintonia com as declarações de V.Exª aos orgãos de comunicação social em 11 de Abril passado em que se disponibilizou  “para apoiar os municípios na implementação da lei que proíbe o abate de animais, nomeadamente através da realização de tratamentos gratuitos, como a vacinação, desparasitação e esterilização”.

Estamos, assim, a pedir à OMV que concretize estas intenções e apresente  medidas excepcionais de oferta de apoio às autarquias para,  conjuntamente com o movimento animal, se reunirem as condições  para acabar com os abates nos canis.

Estas medidas podem ser os cheques veterinários gratuitos ou outras desde que respondam à emergência de redução urgente da sobrepopulação de cães e gatos que se arrasta desde sempre.

Na expectativa da resposta de V.Exª, apresentamos os melhores cumprimentos

———

Assunto – Fim dos abates nos canis (Lei 27/2016)– Pedido de colaboração à OMV através de cheques veterinários gratuitos para esterilização
Para: Campanha Esterilização Cães e Gatos <campanha.esterilizacao@gmail.com>
Cc: Bastonário OMV – Jorge Cid

Agradecendo desde já o email de V.ª Exa. vimos por este meio informar que a proposta referente ao Projeto Cheque Veterinário foi apresentada aos 308 Municípios Portugueses e à Associação Nacional de Municípios Portugueses, sendo que o Conselho Diretivo tem vindo a reunir com os representantes dos Municípios que se demonstraram interessados.

Como deve compreender uma ação desta envergadura terá de ter a colaboração das autarquias, de forma a que possa abranger todo o País. Agradecemos, assim, que faça chegar a suas propostas à Câmara Municipal da sua zona, para que possa coordenar com a OMV a ajuda necessária.

Com os melhores cumprimentos,

O Conselho Diretivo

Pedido à OMV que organize uma campanha de cheques veterinários gratuitos para esterilizações

Junho 19, 2017

E-mail enviado hoje, dia 19 de Junho, ao Bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários

 

Assunto – Fim dos abates nos canis (Lei 27/2016)– Pedido de colaboração à OMV através de cheques veterinários gratuitos para esterilização

 

Exmo Senhor Bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Dr. Jorge Cid

 

A Lei 27/2016 de 23 de Agosto determina a proibição da utilização do abate, a partir de Setembro de 2018, para controlar a população de cães e gatos errantes e abandonados. É assim posto, finalmente, termo a uma situação escandalosa, chocante, que sacrificou inutilmente centenas de milhares de cães e gatos saudáveis.

No entanto, se o objectivo da Lei é claro e justo, as medidas de esterilização aí consagradas afiguram-se a esta Campanha como insuficientes para reduzir o abandono e a entrada de animais nos canis a ponto de, uma vez abolido o abate, estes serem sustentáveis.

Por esse facto, lançámos, no dia 14 de Maio, uma petição aos Ministros Adjunto e da Agricultura, cujo titulo “Lei 27/2016 – É urgente o lançamento de campanhas de esterilização” sumariza o que consideramos essencial concretizar, no mais curto espaço de tempo, a saber, campanhas de esterilização para os animais dos munícipes carenciados. A petição conta neste momento com 4 635 assinaturas  e aguardamos a marcação de reunião com as Secretarias de Estado da Agricultura e Alimentação das Autarquias Locais para procedermos à respectiva entrega.

Este e-mail que dirigimos a V. Exª tem a finalidade de apelar à Ordem que organize uma campanha de cheques veterinários gratuitos para a esterilização de cadelas (o procedimento mais urgente) a serem oferecidos às Câmaras Municipais, segundo os critérios por vós definidos. Acção que se encontra perfeitamente em sintonia com as declarações de V.Exª aos orgãos de comunicação social em 11 de Abril passado em que se disponibilizou  “para apoiar os municípios na implementação da lei que proíbe o abate de animais, nomeadamente através da realização de tratamentos gratuitos, como a vacinação, desparasitação e esterilização”.

O movimento associativo, no seu conjunto, tem sido, até hoje, o grande contribuinte, em fundos e em trabalho, para a contenção do crescimento da população de cães e gatos.

São necessários, agora, outros contributos sendo, certamente, os médicos veterinários outro dos pilares desse processo.

Na expectativa de uma resposta positiva da parte de V.Exª,  apresentamos os melhores cumprimentos

Declarações do Bastonário da Ordem dos Veterinários sobre as razões do abandono

Agosto 19, 2016

Nem uma palavra sobre a sobrepopulação de cães e gatos e a necessidade da esterilização, não só dos animais errantes como dos animais de munícipes. Porque assim a Ordem, passa as culpas para o poder político – que as tem e muitas – mas omite fazer referência à parte que lhe caberia na luta contra o abandono : oferecer campanhas de esterilização gratuitas. Que não faz nem deixa fazer.

http://www.acorianooriental.pt/noticia/falta-vontade-politica-para-acabar-com-o-abandono-de-animais

A posição da OMV sobre a proibição dos abates nos canis municipais

Junho 12, 2016

Igual a si própria a OMV pronuncia-se frontalmente contra os cães comunitários e diz que programas CED em gatos ” só em condições particulares”( como sempre , mais restritiva que a prática das melhores Câmaras, como a de Lisboa) .

Diz mais : que na óptica da medicina de abrigos é impraticável limitar as eutanásias apenas aos casos de ” dor e sofrimento do animal” , cita as doenças infecciosas e proclama que a “decisão e prática da eutanásia animal é um ato médico veterinário e como tal da inteira responsabilidade do médico veterinário”( por exemplo, um surto de esgana justificará o abate ?).

texto aprovado na AR refere como motivos para a eutanásia “os que se prendam com o estado de saúde ou comportamento do animal”, uma redacção muito vaga e que deixa isso sim muitos motivos para preocupação. Vai ser fácil ao veterinário municipal, que assim o queira, justificar os abates.

Ora sendo a OMV  uma das entidades a ser ouvida para a regulamentação da lei há que temer o pior.

Depois de termos uma lei de maus tratos que não pune criminalmente quem inflige a morte a um animal de companhia, não podemos vir a ter uma lei que deixa uma porta aberta aos maus veterinários municipais que vão querer continuar como até aqui, ou seja , continuar a ter pretextos para abater.

 

 

LISBOA – Informação sobre os cheques veterinários da OMV

Junho 12, 2014

As pessoas que vivem nas freguesias de Benfica, Carnide, Misericórdia e Santo António podem deslocar-se às respectivas freguesias para recolherem informações e inscreverem-se para beneficiarem dos cheques veterinários disponibilizados pela OMV. Segundo o anúncio afixado na Junta de Freguesia de Santo António os cheques destinam-se aos cães e gatos de famílias carenciadas e cobrem tratamentos, esterilizações e vacinas, tudo disponibilizado gratuitamente. As condições de elegibilidade para ter acesso a estes serviços dependem da situação económica do agregado ( rendimentos, renda de casa …) e são avaliadas, caso a caso, pelas Juntas de Freguesia.

Sobre esta acção da OMV ler mais aqui

 http://www.veterinaria-atual.pt/news.aspx?menuid=67&eid=8680&bl=1

 http://www.publico.pt/sociedade/noticia/ordem-dos-veterinarios-lanca-cheque-para-tratar-animais-de-familias-carenciadas-1624294

OMV apresenta queixa contra uma Câmara Municipal

Maio 20, 2014

Das 308 Câmaras Municipais existentes em Portugal há uma que quer abrir um Centro de Atendimento Médico-Veterinário Municipal .

Isto mesmo ficamos a saber pela queixa da OMV ao Inspector -Geral das Finanças e que pode ser lida aqui

http://www.omv.pt/files/bbeof-inspetor_geral_financaskop.pdf

Ignoramos qual a Câmara em questão  e lamentamos o facto, pois o movimento de solidariedade para com ela, por parte dos amigos dos animais, seria imenso.

Assim, só podemos repudiar a atitude da OMV.

Como repudiaríamos a atitude dos comerciantes que se insurgissem contra as Câmaras que distribuem cabazes alimentares a quem tem fome.

A OMV nunca se insurgiu com o dinheiro dos contribuintes gasto em abates nos canis. Com estimativas de um custo de 60 euros por abate ( ver este site, post de 8 de fevereiro de 2010 ) e de 100 000 abates por ano nos canis, é só multiplicar.

A OMV não percebe donde vem o mal que atinge os seus associados e então espingardeia para todos os lados: é a CRISE, senhores.

Que outras Câmaras se sigam a esta e como será diferente a condição dos animais domésticos em Portugal !

 

OMV desencadeia ataques sem precedentes contra Associações de Animais

Maio 16, 2014

http://www.omv.pt/newsletters/newsletter2014-05-14-20-45-59.html

                                            

(veja aqui1-Denúncia da OMV sobre CAMV da Associação APA-APAVET em Torres Vedras

2- OMV denuncia campanha de esterilização ilegal de animais de companhia (veja aqui)

3- Denúncia da OMV sobre a intenção de abertura e detenção de CAMVs solidários por parte de Câmaras Municipais (veja aqui)

4- Denúncia da OMV sobre possíveis irregularidades fiscais na atuação de Associações detentoras de CAMVs e necessidade de regulamentação própria da sua atuação (veja aqui)

Veja mais notícias na Newsletter de janeiro-maio aqui

Que estamos à espera para responder ? Vamos deixar desmantelar, em nome de interesses corporativos ilegítimos, os poucos apoios que existem no país aos animais desprotegidos?

 

PRAVI responde a (mais) uma denúncia da OMV sobre uma campanha de esterilização “ilegal”

Maio 4, 2014

Este é o comunicado da OMV:

http://www.omv.pt/newsletters/alerta2014-04-30-17-12-57.html

E aqui uma noticia da TSF sobre o mesmo assunto:

E ESTA É A EXEMPLAR RESPOSTA DA PRAVI A QUE NÃO É PRECISO ACRESCENTAR NADA PORQUE DIZ TUDO:

https://www.facebook.com/pravi.associacao?fref=ts
https://www.facebook.com/notes/pravi-associa%C3%A7%C3%A3o/comunicado/763830156991087